Rental Software - Vivorental.com

Info:
- Aluguel de Computadores para consultorios, com toda a suporte: Convex
- Aluguel de multifuncionais, com toner, cilindro e suporte: Convex
- Adovagados - Previdenciario, DPVAT, Civil, Familia e Criminal - em Sinop / MT
- CRM, Proposal, Contracts and Invoices Management tool for small business
- CRM FOR RENTAL COMPANIES

Bula Medicamento - ZESTRIL


Laboratório
Astrazeneca
Referência
Lisinopril
Apresentação de Zestril
compr. de 5 mg, 10 mg, 20 mg ou 30 mg. emb. c/ 30.
Contra-indicações de Zestril
Zestril é contra-indicado em todos os casas de hipersensibilidade a quaisquer de seus componentes, em pacientes com história de edema angioneurótico relacionado ao tratamento prévio com inibidor da ECA e em pacientes com edema angioneurótico hereditário ou idiopático.
Reações adversas / Efeitos colaterais de Zestril
Em estudos clínicos Zestril demonstrou ser geralmente bem tolerado. Na maioria dos casos, as reações adversas foram leves e transitórias. Os efeitos clínicos adversos mais freqüentes observados com Zestril em estudos clínicos controlados foram: tonturas, cefaléia. diarréia, fadiga, tosse e náuseas. Outras reações adversas menos freqüentes ocorreram em estudos clínicos controlados e incluem efeitos ortostáticos, inclusive hipotensão, erupções cutâneas e astenia. Hipersensibilidade/Edema Angioneurótico Edema angioneurótico de face, extremidades, lábios, língua, glote e/ou laringe tem sido raramente relatado (vide Precauções). Raramente ocorreram as seguintes reações adversas, registradas durante os estudos clínicos controlados e após a comercialização: Cardiovasculares: infarto do miocárdio ou acidente cerebrovascular possivelmente secundário a hipotensão excessiva em pacientes de alto risco (vide Precauções), palpitação e taquicardia. Digestivas: dor abdominal e indigestão, boca seca, pancreatite, hepatite (hepatocelular ou colestática), icterícia o vômito. Sistema Nervoso Central (SNC): alterações no humor, confusão mental, parestesia, vertigo, distúrbios de sono e paladar. Respiratórias: broncoespasmo, rinite o sinusite. Dermatológicas: urticária, diaforese, alopécia, prurido, psoríase, penfigo, necrólise epidérmica tóxica, Síndrome de Stevens-Johnson e eritema multiforme. Urogenitais: uremia, oligúria/anúria, disfunção renal, insuficiência renal aguda, impotência. Outras: febre, vasculite, mialgia, artralgia/artrite, anticorpos antinucleares (ANA) positivo, velocidade de sedimentação dos eritrócitos elevada, eosinofilia, leucocitose, erupções cutâneas, fotossensibilidade ou quaisquer outras manifestações dermatológicas.
Zestril - Posologia
Como a absorção de Zestril não é afetada por alimentos os comprimidos podem ser administrados antes, durante ou após as refeições. Zestril deve ser administrado em dose única diária. Hipertensão Essencial Em pacientes com hipertensão essencial, a dose inicial recomendada é de 10 mg uma vez ao dia. A dose usual de manutenção é de 20 mg administrados uma vez ao dia. A posologia deve ser ajustada de acordo com a resposta da pressão arterial. A dose máxima recomendada é de 40 mg/dia. A dose máxima usada por longo prazo em estudos clínicos controlados foi de 80 mg por dia. Doses iniciais menores são necessárias na presença de comprometimento da função renal, em pacientes nos quais a terapêutica diurética não possa ser descontinuada, em pacientes depletados de volume e/ou sal e em pacientes com hipertensão renovascular. Pacientes Tratados com Diuréticos Pode ocorrer hipotensão sintomática após o início da terapia com Zestril. Isto é mais provável em pacientes que estejam sendo tratados concomitantemente com diuréticos. Recomenda-se precaução, pois estes pacientes podem estar depletados de volume e/ou sal. A terapêutica diurética deve ser descontinuada dois a três dias antes de iniciar a administração de Zestril (vide Precauções). Em pacientes hipertensos nos quais os diuréticos não possam ser descontinuados, a terapia com Zestril deve ser iniciada com a dose de 5 mg. A posologia subseqüente de Zestril deverá ser ajustada de acordo com a resposta da pressão arterial. Se necessário, a terapêutica diurética pode recomeçar. Posologia em Pacientes com Insuficiência Renal A posologia em pacientes com insuficiência renal deve ser baseada na depuração de creatinina (Quadro 1). QUADRO 1 Depuração de Creatinina (ml/min) Dose inicial mg/dia < 10 ml/min (incluindo pacientes em diálise) - 2,5 mg* 10 - 30 ml/min - 2,5 - 5 mg 31 - 70 ml/min - 5 - 10 mg * A posologia e/ou a freqüência de administração devem ser ajustadas de acordo com a resposta da pressão arterial. A dose pode ser titulada gradativamente até que seja obtido controle da pressão arterial, com o máximo de 40 mg/dia.

O Clinicabr é um software para area de saúde. Para consultar a venda de remédios, sugerimos alguns sites populares na internet. Farmácias e drogarias on line:

Farmagora - www.farmagora.com.br
Farmadelivery - www.farmadelivery.com.br
Netfarma - www.netfarma.com.br
Ultrafarma - www.ultrafarma.com.br
Drogaria Minas Brasil - www.drogariaminasbrasil.com.br
Onofre - www.onofre.com.br

Informamos que esta se destina unicamente para consultas e que o uso de medicamentos sem orientação adequada pode trazer riscos a saúde. O ClinicaBR recomenda a todos os pacientes a procurarem sempre uma orientação médica.

Acidex VIAGRA MICROVLAR SALONPAS GEL Cialis Adegrip TYLENOL Adeforte Uni Vir Creme Software Medico Rivotril Novalgina Adriblastina Rd Puran T4 Advil Adalat Retard Acular Acrosin Bulario Software Odontologico Acarsan Locao Ad-element Cadastrar Dorflex Aerolin CID-10 Absten S HIPOGLOS Ad-til Accuvit NEOSALDINA Acticalcin Acne-aid BUSCOPAN Adalat Ciclo 21