Rental Software - Vivorental.com

Info:
- Aluguel de Computadores para consultorios, com toda a suporte: Convex
- Aluguel de multifuncionais, com toner, cilindro e suporte: Convex
- Adovagados - Previdenciario, DPVAT, Civil, Familia e Criminal - em Sinop / MT
- CRM, Proposal, Contracts and Invoices Management tool for small business
- CRM FOR RENTAL COMPANIES

Bula Medicamento - TIENAM


TIENAM® (Merck Sharp & Dohme).

Imipenem/Cilastatina sódica, MSD

Composição
Cada frasco de infusão para aplicação intravenosa contém 500 mg de imipenem e 500 mg de cilastatina sódica, MSD. Cada 'sistema monovial' para aplicação intravenosa contém 500 mg de imipenem e 500 mg de cilastatina sódica, MSD. Cada frasco-ampola para aplicação intramuscular contém 500 mg de imipenem e 500 mg de cilastatina sódica, MSD.

Indicações
Tratamento: A atividade de TIENAM® contra um espectro excepcionalmente amplo de patógenos o torna particularmente útil no tratamento de infecções polimicrobianas e mistas aeróbia-anaeróbia, assim como na terapêutica inicial anterior à identificação do organismo causador da infecção. TIENAM® é indicado para o tratamento das seguintes infecções, quando causadas por organismos suscetíveis: infecções intra-abdominais; infecções do trato respiratório inferior; infecções ginecológicas; septicemias*; infecções do trato geniturinário; infecções dos ossos e articulações; infecções da pele e tecidos moles; endocardite* (* Não é indicado para tratamento com a formulação intramuscular.) TIENAM® é indicado para o tratamento das infecções mistas causadas por cepas suscetíveis de bactérias aeróbias e anaeróbias. A maioria dessas infecções mistas está associada com a contaminação pela flora fecal ou pela flora originada da vagina, pele e boca. Nessas infecções mistas Bacteroides fragilis é o patógeno anaeróbio mais comumente encontrado e é usualmente resistente aos aminoglicosídios, cefalosporinas e penicilinas. Entretanto, o Bacteroides fragilis é usualmente suscetível a TIENAM® . TIENAM® tem se mostrado eficaz contra muitas infecções causadas por bactérias Gram-positivas e Gram-negativas, aeróbias e anaeróbias, resistentes às cefalosporinas, incluindo cefazolina, cefoperazona, cefalotina, cefoxitina, cefotaxima, moxalactam, cefamandola, ceftazidima e ceftriaxona. De forma semelhante, muitas infecções causadas por organismos resistentes aos aminoglicosídios (gentamicina, amicacina, tobramicina) e/ou penicilinas (ampicilina, carbenicilina, penicilina-G, ticarcilina e piperaciclina, azlocilina e mezlocilina) respondem ao tratamento com TIENAM®. TIENAM® não é indicado para o tratamento da meningite. Profilaxia: TIENAM® também é indicado para a prevenção de certas infecções pós-operatórias, em pacientes submetidos a procedimentos cirúrgicos, contaminados ou potencialmente contaminados, ou nos casos em que a ocorrência de infecção pós-operatória possa ser particularmente grave.

Contra-indicações
Hipersensibilidade a qualquer componente do produto. Devido à utilização de cloridrato de lidocaína como diluente, TIENAM® IM é contra-indicado em pacientes com hipersensibilidade a anestésicos locais do tipo amida e em pacientes em choque severo ou bloqueio cardíaco (refira-se à informação sobre cloridrato de lidocaína).

Reações adversas
TIENAM® é geralmente bem tolerado. Em estudos clínicos controlados, TIENAM® mostrou ser tão bem tolerado quanto a cefazolina, a cefalotina e a cefotaxima. Efeitos adversos raramente requerem a interrupção da terapia e são geralmente leves e transitórios; efeitos adversos graves são raros. As reações adversas mais comuns foram as reações locais. Reações locais: Eritema, dor e enduração local, tromboflebite. Reações alérgicas/pele: Exantema, prurido, urticária, eritema multiforme, síndrome de Stevens-Johnson; angioedema, necrólise epidérmica tóxica (raramente), dermatite esfoliativa (raramente), candidíase, febre, reações anafiláticas. Reações gastrintestinais: Náuseas, vômitos, diarréia, manchas nos dentes. Em comum com virtualmente todos os antibióticos de amplo espectro, foi relatada colite pseudomembranosa. Sangue: Experiências adversas como eosinofilia, leucopenia, neutropenia (incluindo agranulocitose), trombocitopenia, trombocitose, queda de hemoglobina e aumento do tempo de protrombina têm sido relatados. Teste de Coombs direto positivo pode se desenvolver em alguns indivíduos. Função hepática: Aumento das transaminases séricas, bilirrubinas e/ou fosfatase alcalina, hepatite (raramente). Função renal: Oligúria/anúria, poliúria, insuficiência renal aguda (raramente). É difícil determinar o papel de TIENAM® nas alterações da função renal, pois geralmente estão presentes outros fatores predisponentes de uremia pré-renal ou alteração da função renal. Elevações na creatinina e na uréia sérica têm sido observadas, bem como alteração na coloração da urina. Esta alteração é inócua e não deve ser confundida com hematúria. Sistema nervoso/psiquiátrico: Como ocorre com outros antibióticos betalactâmicos, experiências adversas no sistema nervoso central tais como atividade mioclônica, distúrbios psíquicos, incluindo alucinações; estados confusionais ou convulsões têm sido relatados com a formulação IV. Foi relatada parestesia. Sentidos especiais: Alteração do paladar, perda da audição. Pacientes granulocitopênicos: Parece ocorrer náusea e vômitos relacionados com a droga, mais freqüentemente em pacientes granulocitopênicos do que em pacientes não-granulocitopênicos, tratados com TIENAM® IV. Para a formulação intramuscular, refira-se às informações sobre cloridrato de lidocaína.

Posologia
TIENAM® é apresentado em duas formulações diferentes, uma para infusão intravenosa apenas e outra para injeção intramuscular apenas. A formulação intramuscular não deve ser utilizada intravenosamente. Recomendações sobre posologia e administração para infusão intravenosa são apresentadas primeiro. Recomendações sobre posologia e administração para injeção intramuscular são apresentadas após aquelas referentes à apresentação intravenosa. As recomendações posológicas para TIENAM® representam a quantidade de imipenem a ser administrada. Quantidade equivalente de cilastatina está também presente na solução. A posologia diária total e a via de administração de TIENAM® devem ser baseadas no tipo e na gravidade da infecção e dadas em doses iguais divididas, baseadas na consideração do grau de sensibilidade do(s) patógeno(s), função renal e peso corpóreo. Infecções: Leve 250 mg cada 6 h. Moderada 500 mg cada 8 h; 1.000 mg cada 12 h. Severa sensibilidade completa 500 mg cada 6 h. Grave e/ou com risco de vida devido a organismos menos sensíveis (primariamente algumas cepas de P. aeruginosa); 1.000 mg cada 8 h; 1.000 mg cada 6 h.

Apresentações
TIENAM® é apresentado em: Caixa com um frasco de infusão para aplicação intravenosa; caixa com um frasco-ampola e com frasco de diluente para aplicação intramuscular; e caixa com um 'sistema monovial' para aplicação intravenosa.

O Clinicabr é um software para area de saúde. Para consultar a venda de remédios, sugerimos alguns sites populares na internet. Farmácias e drogarias on line:

Farmagora - www.farmagora.com.br
Farmadelivery - www.farmadelivery.com.br
Netfarma - www.netfarma.com.br
Ultrafarma - www.ultrafarma.com.br
Drogaria Minas Brasil - www.drogariaminasbrasil.com.br
Onofre - www.onofre.com.br

Informamos que esta se destina unicamente para consultas e que o uso de medicamentos sem orientação adequada pode trazer riscos a saúde. O ClinicaBR recomenda a todos os pacientes a procurarem sempre uma orientação médica.

Acidex VIAGRA MICROVLAR SALONPAS GEL Cialis Adegrip TYLENOL Adeforte Uni Vir Creme Software Medico Rivotril Novalgina Adriblastina Rd Puran T4 Advil Adalat Retard Acular Acrosin Bulario Software Odontologico Acarsan Locao Ad-element Cadastrar Dorflex Aerolin CID-10 Absten S HIPOGLOS Ad-til Accuvit NEOSALDINA Acticalcin Acne-aid BUSCOPAN Adalat Ciclo 21