Rental Software - Vivorental.com

Info:
- Aluguel de Computadores para consultorios, com toda a suporte: Convex
- Aluguel de multifuncionais, com toner, cilindro e suporte: Convex
- Adovagados - Previdenciario, DPVAT, Civil, Familia e Criminal - em Sinop / MT
- CRM, Proposal, Contracts and Invoices Management tool for small business
- CRM FOR RENTAL COMPANIES

Bula Medicamento - FAULDPAMI


FAULDPAMI (Libbs).

Pamidronato dissódico

Composição
Cada frasco-ampola contém: Pamidronato dissódico: 30 mg/10 ml, 60 mg/10 ml ou 90 mg/10 ml. Excipientes: Ácido fosfórico, hidróxido de sódio, manitol e água para injetáveis.

Indicações
Tratamento de condições associadas com o aumento da atividade osteoclástica: hipercalcemia induzida por tumor; lesões osteolíticas e dor óssea em pacientes com metástases ósseas associadas com câncer de mama ou mieloma múltiplo; doença óssea de Paget.

Contra-indicações
Hipersensibilidade conhecida ou suspeita a FAULDPAMI, a qualquer dos excipientes ou a outros bifosfonatos.

Reações adversas
As reações adversas à FAULDPAMI são geralmente leves e transitórias. As reações mais comuns são hipocalcemia assintomática, sintomas semelhantes aos da gripe e febre branda (um aumento na temperatura corporal de 1ºC a 2ºC, que pode durar até 48 horas). A febre normalmente regride espontaneamente, não requerendo tratamento. Reações do tipo gripais agudas geralmente limitam-se à primeira infusão do produto. Hipocalcemia sintomática é rara. Pode ocorrer inflamação no local da infusão, especialmente na dose mais elevada. Estimativas de freqüência: Freqüente: >10%; ocasional: entre >1% e 10%; rara: entre 0,001% e 1%; casos isolados: < 0,001%. Freqüentes: febre e sintomas semelhantes aos da gripe, algumas vezes acompanhados de mal-estar, calafrios, fadiga e rubor. Reações locais: Ocasionais: reações no local da infusão (dor, vermelhidão, edema, endurecimento, flebite e tromboflebite). Sistema musculoesquelético: Ocasionais: dor óssea transitória, artralgia, mialgia e dor generalizada. Raras: cãibras musculares. Trato gastrointestinal: Ocasionais: náuseas e vômitos. Raras: anorexia, dores abdominais, diarréia, constipação e dispepsia. Casos isolados: gastrite. Sistema nervoso central: Ocasionais: cefaléia. Raras: hipocalcemia sintomática (parestesia, tetania), agitação, confusão, tontura, insônia, sonolência e letargia. Casos isolados: convulsões e alucinações visuais. Sangue: Ocasionais: linfocitopenia. Raras: anemia e leucopenia. Casos isolados: trombocitopenia. Um caso de leucemia linfoblástica aguda foi relatado em um paciente com doença de Paget. Desconhece-se a relação causal ao tratamento ou à doença de base. Sistema cardiovascular: Raras: hipotensão, hipertensão, dispnéia, edema pulmonar, insuficiência cardíaca congestiva (edema) causada por sobrecarga hídrica. Casos isolados: insuficiência ventricular esquerda. Sistema renal: Casos isolados: hematúria, insuficiência renal aguda, deterioração de doença renal preexistente. Respiratórias: Casos isolados: síndrome de angústia respiratória do adulto, pneumonite intersticial. Pele: Raras: erupção cutânea e prurido. Órgãos dos sentidos: Casos isolados: conjuntivite, uveíte (irite, iridociclite), esclerite, episclerite e xantopsia. Outros: Casos isolados: reativação de herpes simples e herpes zóster. Outras reações adversas relatadas raramente incluem reação alérgica, choque anafilático (muito raro), reações anafiláticas, broncoespasmo (dispnéia) e edema de Quincke. Alterações bioquímicas: Freqüentes: hipocalcemia e hipofosfatemia. Ocasionais: hipomagnesemia. Raras: hiperpotassemia, hipopotassemia e hipernatremia. Casos isolados: testes de função hepática anormais, aumento na creatinina e na uréia sérica. Muitas dessas reações adversas podem estar relacionadas à doença de base. Uma vez que FAULDPAMI liga-se ao osso, pode teoricamente interferir com exames de cintilografia óssea.

Posologia
FAULDPAMI nunca deve ser administrado em 'bolus'. O produto deve ser diluído em solução de infusão livre de cálcio (por exemplo, cloreto de sódio a 0,9% ou glicose a 5%), para ser infundido vagarosamente. A taxa de infusão não deve exceder a 60 mg/h (1 mg/min) e a concentração de FAULDPAMI na solução de infusão não deve exceder a 60 mg/250 ml. Em pacientes com prejuízo da função renal suspeito ou confirmado (como naqueles com hipercalcemia induzida por tumor ou com mieloma múltiplo), recomenda-se que a taxa de infusão não exceda 20 mg/h. De modo a minimizar reações no local da infusão, a cânula deve ser inserida cuidadosamente em uma veia relativamente grande. Até que uma maior experiência seja obtida, FAULDPAMI é recomendado somente para uso adulto. Hipercalcemia induzida por tumor: Recomenda-se que os pacientes sejam reidratados com solução de cloreto de sódio a 0,9% antes ou durante o tratamento. A dose total de FAULDPAMI a ser utilizada para um período de tratamento depende dos níveis iniciais de cálcio sérico do paciente. A dose total de FAULDPAMI pode ser administrada em infusão única ou em infusões múltiplas durante 2 a 4 dias consecutivos A dose máxima para cada tratamento é de 90 mg, tanto para o tratamento inicial como para os tratamentos subseqüentes. Uma diminuição significativa no cálcio sérico é geralmente observada em 24 a 48 horas após a administração de FAULDPAMI, com a normalização sendo geralmente atingida dentro de 3 a 7 dias. Se a normocalcemia não for alcançada nesse período, uma dose adicional pode ser administrada. A duração da resposta pode variar de paciente para paciente, e o tratamento pode ser repetido sempre que houver recorrência da hipercalcemia. A experiência clínica até o momento sugere que FAULDPAMI pode se tornar menos eficaz à medida que o número de tratamentos aumenta. Lesões osteolíticas e dor óssea no mieloma múltiplo: A dose recomendada é de 90 mg a cada 4 semanas. Lesões osteolíticas e dor óssea em metástases ósseas associadas com câncer de mama: A dose recomendada é de 90 mg a cada 4 semanas. Caso desejado, esta dose também pode ser administrada em intervalos de 3 semanas para coincidir com a quimioterapia. Doença óssea de Paget: O curso de tratamento recomendado consiste de uma dose total de 180 mg, administrada em doses unitárias de 30 mg uma vez por semana por 6 semanas consecutivas, ou 60 mg a cada duas semanas durante 6 semanas. A experiência disponível até o momento sugere que quaisquer efeitos indesejáveis leves e transitórios (ver Reações adversas), tendem a ocorrer após a primeira dose. Desta forma, se forem usadas doses unitárias de 60 mg, recomenda-se que o tratamento seja começado com uma dose inicial adicional de 30 mg (aumentando-se assim a dose total para 210 mg). Cada dose de 30 ou 60 mg deve ser diluída respectivamente em 125 ou 250 ml de infusão intravenosa de cloreto de sódio a 0,9%, com a taxa de infusão não excedendo 60 mg/hora (1 mg/min). Este esquema, ou com níveis aumentados segundo a severidade da doença até um total de 360 mg (em doses divididas de 60 mg), pode ser repetido a cada 6 meses até que a remissão da doença seja atingida ou em caso de recorrência.

Apresentação
Solução injetável para uso intravenoso: Frascos-ampolas de 30, 60 ou 90 mg.

O Clinicabr é um software para area de saúde. Para consultar a venda de remédios, sugerimos alguns sites populares na internet. Farmácias e drogarias on line:

Farmagora - www.farmagora.com.br
Farmadelivery - www.farmadelivery.com.br
Netfarma - www.netfarma.com.br
Ultrafarma - www.ultrafarma.com.br
Drogaria Minas Brasil - www.drogariaminasbrasil.com.br
Onofre - www.onofre.com.br

Informamos que esta se destina unicamente para consultas e que o uso de medicamentos sem orientação adequada pode trazer riscos a saúde. O ClinicaBR recomenda a todos os pacientes a procurarem sempre uma orientação médica.

Acidex VIAGRA MICROVLAR SALONPAS GEL Cialis Adegrip TYLENOL Adeforte Uni Vir Creme Software Medico Rivotril Novalgina Adriblastina Rd Puran T4 Advil Adalat Retard Acular Acrosin Bulario Software Odontologico Acarsan Locao Ad-element Cadastrar Dorflex Aerolin CID-10 Absten S HIPOGLOS Ad-til Accuvit NEOSALDINA Acticalcin Acne-aid BUSCOPAN Adalat Ciclo 21